contato@falandodecondominio.com.br

Home office pode ser uma boa solução em tempos de crise, mas fique de olho nos abusos

Vida em Condomínio
Em tempos de crise, muitas pessoas estão se vendo obrigadas a desenvolver uma atividade profissional em casa. Além disso, para as empresas, manter o funcionário no chamado home office pode ser muito mais barata e surtir resultados melhores de produção. Uma pesquisa recente constatou que três em cada cinco profissionais não precisam ir ao escritório para trabalhar.
Mas quem mora em condomínio residencial tem que tomar alguns cuidados ao desenvolver suas atividades em casa. Deve-se observar o que diz a Convenção Condominial, como quantidade de funcionários e atividades permitidas para serem trabalhadas em casa.
Se a atividade desenvolvida demanda grande fluxo de clientes ou de funcionários, isso pode ser um incômodo para os vizinhos. Os especialistas ainda recomendam que deve-se ter bom senso, evitando, por exemplo, expor produtos e realizar reuniões na área comum.
Ebook: Dicas para manter uma boa convivência em condomínio
A atividade de home office deve evitar o máximo de desconforto aos demais condôminos, isso inclui barulho, cheiros diversificados, o uso excessivo de energia ou água, entre outros.
A circulação de estranhos no condomínio também pode gerar reclamações e ferir a Convenção e o Regulamento Interno. O home office pode ser uma excelente forma de desenvolver uma atividade, mas deve ser com bom senso.

Redação Portal

Redator

Acesse meu perfil

COMPARTILHE

Assine nosso newsletter

Inscreva-se para receber nossas novidades e promoções.