contato@falandodecondominio.com.br

Atividade de síndico profissional está em expansão

Vida de Síndico

A atividade de síndico profissional desponta como uma tendência para o setor de administração de condomínio. Com a expansão dos condomínios clube, a complexidade que envolve a gestão eficiente dos empreendimentos e a legislação cada vez mais exigente, o trabalho deste profissional passou a ser uma realidade.

Diferente do síndico morador, o síndico profissional é um prestador de serviço externo, contratado para realizar todas as tarefas e ações que envolvem o pleno funcionamento do empreendimento.

Apesar de a profissão ainda não ser regulamentada, a possibilidade de contratação de um síndico está prevista na Lei do Condomínio (nº 4.591 de 1964) e deve constar na convenção. A nova profissão tem ganhado força com o desinteresse ou a falta de tempo dos moradores para assumir esta função.

Segundo especialistas, entre as vantagens na contratação de um síndico profissional estão a imparcialidade sobre as decisões e a maior disponibilidade de tempo para dedicar ao condomínio em relação ao síndico morador.

Algumas pessoas entram neste mercado como uma atividade paralela que, com o passar do tempo torna-se exclusiva. Mas é preciso investir na capacitação sobre todos os assuntos que evolvem a administração do condomínio. Também é necessário desenvolver habilidades que vão da mediação de conflitos à organização das tarefas, para desenvolver um bom trabalho.

Anuncie Aqui

Para realizar um bom trabalho, o síndico – seja ele profissional ou morador – precisa ter ou desenvolver competências e habilidades que permitem a ele ter o conhecimento e a liderança para desempenhar sua atividade. Uma boa administradora pode auxiliar o trabalho do síndico, entretanto ele precisa ter algumas habilidade e boa vontade.

Algumas medidas podem facilitar o trabalho como elaborar planilhas com dados relacionados aos cronogramas de manutenções, orçamento, despesas, férias e carga horária dos funcionários para cada condomínio.

Catalogar e manter em ordem os documentos dos condomínios também permite que o síndico acompanhe as questões referentes a cada empreendimento que gerencia e garante que ele tenha sempre à mão as ferramentas para que possa desempenhar a sua função.

A capacidade para mediar conflitos e fazer a gestão de pessoas é indispensável para que o síndico tenha jogo de cintura para lidar com diferentes situações e públicos (funcionários, fornecedores, prestadores de serviço e condôminos) de forma assertiva.

Manter uma comunicação ativa e que funcione e a transparência sobre sua atuação e sobre os dados do condomínio respalda o síndico na execução de sua função.

A gestão de um condomínio é uma atividade complexa, que demanda conhecimentos de contabilidade, engenharia, legislação e gestão de pessoas. Assim, buscar informações sobre estes e outros temas faz do síndico um generalista capaz de tomar as medidas necessárias e comandar as funções desempenhas por seus auxiliares, como contadores e outros funcionários.

Redação Portal

Redator

Acesse meu perfil

COMPARTILHE

Assine nosso newsletter

Inscreva-se para receber nossas novidades e promoções.